Menu Algaszarra

Empresa

A história da Algaszarra começou na década de 80. Guilherme morava no Porto da Barra, em Salvador/BA, e cultivava uma relação de afinidade com o mar. Nesse cenário, descobriu que tinha talento para fazer colares e pulseiras com conchas e algas que catava na praia. Pouco tempo depois, descobriu também o amor quando conheceu Regina.

Regina queria ser bailarina, sempre se encantou por literatura e após começar a namorar Guilherme, passou a vender as peças que ele produzia para seus colegas de faculdade. Dessa cumplicidade, tornaram-se sócios: ela aprendeu a montar bijuterias, se dedicou a ampliar o mercado e planejaram juntos a abertura da primeira loja.

O nome da marca surgiu por acaso, quando dona Candoca, mãe de Guilherme, pediu que o casal parasse com a algazarra em sua biblioteca, enquanto montavam algumas peças. A palavra deu então origem a Algas Zarra, fazendo uma referência bem humorada à matéria-prima das bijuterias.

O namoro virou casamento. Regina se tornou bailarina de um grupo profissional e Guilherme deixou a faculdade de economia para fazer artes e se profissionalizar em design. A família cresceu com a chegada do seu primeiro filho. Mas continuaram a se dedicar dia e noite ao trabalho, encarando o desafio de produzir, vender, ministrar cursos e participar de feiras de moda da cidade.

Mas essa história está apenas começando e conquistando admiradores que se identificam com o DNA da marca, refletido em bijuterias e acessórios exclusivos que nunca deixaram de lado a matéria-prima de origem, como a madrepérola e as conchas. Peças de produção própria e importados que carregam o estilo rústico com toque de sofisticação, se mantendo atual e representando o charme e versatilidade da mulher baiana, brasileira, latina.